este vazio que se faz presente, te alcaçará onde tu fores.
perdido na imesidão de tua alma, verás o que, ao certo, cabe a ti.
entre as veias sujas, deste rio que percorre o corpo,
foge abrupta a dor do que passou.
permanece, enfim, o que tu és.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s