e aquela menina que sempre andou olhando para os próprios pés, resolveu levantar a cabeça.
resolveu sorrir à todos que estavam próximos e percebeu quão melhor o mundo poderia ser.
mais leve, mais alegre. ela agora estava no controle de sua vida, havia, por um momento, cortado as cordinhas.
aquelas cordinhas que controlavam cada passo, cada sorriso, cada abraço. ela estava realmente feliz.
Anúncios

Um comentário em “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s