Los Hermanos

Há exatamente um ano, eu e meu marido seguíamos para BH, para que eu pudesse realizar um dos meus maiores sonhos: assistir a um show do Los Hermanos.

(Fotos: Isabella Marques/Arquivo Pessoal)lh-1

Comecei a gostar da banda em meados de 2003. Já conhecia algumas músicas do primeiro disco e uma ou outra do Bloco do Eu Sozinho, o disco divisor de águas na carreira da banda e o responsável por prendê-los eternamente em meus fones de ouvido. Mas, foi quando eles lançaram o Ventura, que eu entendi o motivo pelo qual me emocionava todas as vezes que uma música dos barbudos tocava. Conversa de botas batidas é a música dos quatro que eu mais gosto e que está no Ventura. Me emociona profundamente. Aí depois veio o 4 e o fim. Quer dizer…

lh-4a

Desde o anúncio do fim da banda em 2007 os fãs alucinados, como eu, ficaram um pouco desesperados. Mas, como os meninos são legais, de tempos em tempos eles saem em turnê por algum motivo. O do ano passado foi o aniversário do Rio de Janeiro. Agradeço imensamente ao Cristo Redentor por ter nos ajudado nesta aí.

Bem, a ansiedade estava a mil naquela tarde de 23 de outubro de 2015 e chegamos em BH por volta de 17h. No hotel, dois amigos já nos aguardavam. André, amigo de longa data e fotógrafo. Ele teve tanta sorte que conseguiu credenciamento um dia antes do show. O outro era o Paulo. O Paulo também teve sorte porque os ingressos para o show se esgotaram num piscar de olhos e minha irmã havia desistido de ir ao show. Logo, Paulo ficou com seu ingresso.

Todos prontos, partimos rumo a Esplanada do Mineirão. A chuva tentou, tentou, nos fez comprar capinhas de chuva e, ainda bem, não caiu. Guardo minha capa até hoje. Queria saber se o Paulo conseguiu vender a dele. #entendedoresentenderão

antes-1

antes-2

Chegamos ao local do show por volta de 18h30. Como era horário de verão o tempo ainda estava claro. Nos sentamos um pouco e esperamos o público chegar. De repente, lotou. Por sorte estávamos na pista premium, um pouco mais confortáveis.

Por volta de 19h30, acho, começou o show de abertura: Pato Fu. Já havia assistido a alguns shows da banda e gostei demais, a banda é muito boa. O show durou no máximo uma hora.

pato-fu-1

Mais um pausa.

Quando as luzes se apagaram. Todos começaram a gritar, inclusive eu, louca, lá na frente, vendo aqueles quatro de perto. Vendo o Amarante, meu Deus. Foi emocionante. O Camelo eu já tinha visto no show da Banda do Mar, também em BH, em 2014.

lh-5

lh-8

lh-4

lh-6

Enfim, o show foi lindo. A noite foi linda, e aquele 23 de outubro de 2015 ficará em minha memória pra sempre. Principalmente, porque não conseguimos táxi pra voltar para o hotel e fomos andando, meio perdidos, até conseguirmos localizá-lo, por volta de 0h.

Pra finalizar, veja algumas fotos que o André fez naquela noite:

Este slideshow necessita de JavaScript.

❤ 🙂

 

Anúncios

2 comentários sobre “Los Hermanos

  1. Pingback: Música do dia #199 | Loucuras Intrépidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s