16 de 365 – Casa no campo

Se existe uma intérprete do cancioneiro brasileiro que eu admiro, tanto pela potência vocal quanto pelas atitudes, é a Elis Regina. Conheci Elis ainda na adolescência. Quando ouvi “Como Nossos Pais”, de Belchior, interpretada por ela, minha visão se abriu e meus ouvidos agradeceram por serem tocados por tamanha voz. Elis não foi o tipo de pessoa de fácil convívio. Minha referência para pensar isso é o livro “Furacão Elis”, da Regina Echeverria. Mas, o que pode-se dizer sobre essa cantora é que ela deu a cara a tapa, enfrentou preconceitos e conquistou o Brasil, e o mundo, com sua voz, e revelou para o Brasil inúmeros compositores.

A música de hoje, de Zé Rodrix, tem muito a ver com o que eu gostaria de ter, as vezes:

uma casa no campo, do tamanho ideal, pau a pique e sapê. Onde eu possa plantar meus amigos, meus discos e livros e nada mais

 

Artista: Elis Regina

Álbum: Elis (1972)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s