O filme da semana: Across The Universe

Eu nunca gostei muito de musicais. Lembro-me de uma vez que comecei a assistir “Todos dizem eu te amo”, do Woody Allen, e não aguentei. Outro também que apareceu na minha lista recentemente foi “Mamma Mia”. E também não rolou. Sinto vergonha alheia. Foi mal Meryl Streep. Talvez por isso não consiga assistir aos filmes da Disney (tem sempre uma princesa cantando, uma xícara cantando). E por tudo isso que foi dito, ainda não assisti nenhum musical clássico americano (acho que Grease não conta, né? ). Foi mal (2).

Bem, num dia qualquer de 2009 ou 2010, percebi que havia um filme que poderia me interessar, aliás, me interessei ao ver a capa. Mas aí, descobri que era musical. Resolvi apostar. E foi a melhor aposta que fiz. Tratava-se de Across the Universe. Um filme de amor, embalado pelas músicas dos Beatles.

No filme tem amor, guerra, revolução, paixões. Tudo junto. Tudo lindo. Tudo tão bem costurado que vale a pena cada segundo. Sim, amo este filme.

across_loucuras

Tudo começa quando Jude (Jim Sturgess), um jovem estivador, resolve sair de sua terra, Liverpool, para encontrar-se com seu pai, que era americano e havia lutado na Inglaterra, durante a segunda guerra, período em que engravidou sua mãe.

Ao chegar no novo mundo, em pleno período da guerra do Vietnã, Jude percebe que seu pai era um trabalhador como ele. Ele era um faz-tudo na Universidade de Princetown.

Ele e o pai se conhecem e ele resolve passar um tempo ali. Numa noite, ele ajuda o jovem Max (Joe Anderson), que estava fugindo de uma confusão com outros estudantes. Eles se tornam grandes amigos e Max o convida para passar o dia de ação de graças em sua casa, com toda a sua família.

Neste dia, Jude conhece Lucy (Evan Rachel Wood), a irmã e Max. Lucy, tem um namorado, mas ele fora convocado para lutar na guerra. Isso também acontecerá com Max.

Pouco tempo depois, Max resolve largar a faculdade e tentar a vida em Nova York, junto com Jude. E é aí que a história começa.

Por isso, não direi mais nada.

Embalados por muitas músicas boas, muitas reviravoltas acontecem. Este filme é interessante porque apresenta inúmeras referências daquela época, meados da década de 1960. Sadie, que é cantora e a dona do apartamento onde Max e Jude irão morar, e Jojo, guitarrista da banda de Sadie, são homenagens a Janis Joplin e Jimmi Hendrix. Os nomes dos personagens são referências às músicas do Beatles. Logo após a fuga de Max (momento em Jude o ajuda) eles seguem cantado a música “little help from my friends”. Num determinado momento aparece uma foto imensa de Brigitte Bardot, e quem era seu fã? John Lennon. E ainda tem a Prudence, de origem oriental e pode ser muito bem uma referência a tia Yoko, não é mesmo?

Ainda fazem parte do elenco Dana Fuchs, Martin Luther McCoy, T.V. Carpio, Bono Vox (sim, o vocalista do U2, talvez a coisinha mais chata que aparece no filme –  eu não gosto de U2 🙂 ), Salma Hayek e Joe Cocker.

A direção fica por conta de  Julie Taymor, que foi, inclusive, indicada ao Oscar pelo filme Frida.

 O filme ainda recebeu indicações nos principais prêmios do cinema e da música: OSCAR (2008) – Melhor Figurino, Globo de ouro (2007) Melhor Filme – Comédia/Musical e
Grammy (2007) Melhor Trilha Sonora – Cinema/TV/Mídia Visual.

Filme: Across the Universe (Across The Universe)

Ano de lançamento: 2007

Direção: Julie Taymor

Ps.: A homenagem de Gilmore Girls para este filme: é muito amor envolvido.

Da brigada de vida e morte.

in omnia paratus

Anúncios

Um comentário sobre “O filme da semana: Across The Universe

  1. Pingback: Música do dia #83 | Loucuras Intrépidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s