Filme da semana: O fabuloso destino de Amélie Poulain

amelie-poulain-loucuras-intrepidas

Como não se apaixonar por Amélie?

Acho que este foi o primeiro filme pelo qual me apaixonei e resolvi guardar numa caixinha de coisas boas. De boas memórias.

A começar pela trilha sonora, o filme é encantador.

Cores fortes, vibrantes, um tom que nos transporta para a dimensão fantasiosa da mente desta protagonista que me prendeu no início ao fim. Há quem não goste. Acredito que não existe meio termo quando se trata de Amélie. Ela é única.

O filme começa com Amélie (Audrey Tautou) ainda jovem e logo no início é apresentada a forma trágica com que morre sua mãe. Orfã, vive com o pai e, pouco mais tarde, muda-se para Paris, onde consegue emprego num café.

Num dia, Amélie encontra uma caixinha e tenta descobrir seu verdadeiro dono. Quando descobre e consegue lhe entregar a caixa, ela percebe o quanto ajudar as outras pessoas lhe faz bem, é aí que começa sua jornada, que vai de encontro ao fabuloso destino que lhe aguarda.

É um filme lindo, tanto pela fotografia, quanto pelo texto e embalados pela trilha de Yann Tiersen, nos perdemos no meio dos sonhos daquela jovem.

Assista. Em tempos tenebrosos e obscuros como este, sonhar faz bem. Afinal de contas, le temps sont durs pour le reveurs. ❤ 

***

Filme: O fabuloso destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d’Amélie Poulain)

Direção: Jean-Pierre Jeunet

Ano de lançamento: 2002

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s