Filme da semana: A vida secreta das abelhas

a-vida-secreta-das-abelhas_li.jpg

Então, assisti este filme pela primeira vez assim que foi lançado, lá em 2008, e gostei muito. Muito mesmo. Eu gosto de filmes com teor dramático (acho que isso fica perceptível pela lista que cresce a cada semana) e, por isso, resolvi revê-lo depois da identificação e recente redescoberta dos trabalhos da Alicia.

Enfim, li algumas coisas depois de assisti-lo e percebi que existem pessoas muito exigentes, muito críticas. Digo isso porque o filme recebeu algumas críticas negativas e eu, sinceramente, não vejo motivo. Como já disse algumas vezes, gosto de cinema, de música, de cultura pop em geral e não necessariamente sou crítica especialista nestas áreas. Eu compartilho e escrevo sobre o que gosto e da maneira que sinto. Portanto, segue o que achei.

Trata-se da história de Lily (Dakota Fanning), uma garota que, após uma tragédia, perde a mãe e é criada pelo pai, T. Ray (Paul Bettany), com o auxílio da empregada – negra – Rosaleen (Jennifer Hudson). Lily é muito apegada às lembranças da mãe, que guarda em uma caixinha.

O ano é 1964 e a tensão racial é extrema nos Estados Unidos. Em meio à luta por direitos, os negros se vêem em constante batalha contra os brancos.

No dia do aniversário de 14 anos de Lily, Rosaleen resolve levá-la até a cidade. No caminho, elas encontram um grupo de homens brancos que, não tolerando a “esperteza” de Rosaleen a agridem, e ela acaba sendo presa.

Ao chegar em casa, Lily entra em conflito com o pai e foge. Ela busca Rosaleen, que neste momento estava no hospital, passando por cuidados médicos, em decorrência das agressões.

As duas, então, partem rumo a cidade de Tiburon onde, Lily acredita, poderá encontrar as respostas que tanto procura sobre a vida de sua mãe.

Chegando à cidade, ela vai até a casa de August (Queen Latifah), uma apicultora que é, também, a mais velha das irmãs Boatwright – que inclui May (Sophie Okonedo) e June (Alicia Keys) –,onde conseguem trabalho e abrigo.

Em meio as descobertas e transformações que acontecem, muitas revelações vão surgindo o que altera, aos poucos, as vidas dos envolvidos nesta trama que é deliciosa e triste, e que, ao mesmo tempo, nos leva a refletir sobre amadurecimento, família, amizade e orgulho.

A trilha do filme é foda (já ouviu a música de hoje?) e o elenco, como você pode ver, é excepcional!

Ah, uma última informação: o filme é baseado no livro homônimo, lançado em 2002 e escrito pela norte-americana Sue Monk Kidd.

☺♥

***

Filme: A vida secreta das abelhas (The secret life of bees)

Direção: Gina Prince Bythewood

Ano de lançamento: 2008

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s