#469 • Meu mundo e nada mais • 

Essa música bate lá no fundo e ao mesmo tempo que traz um sentimento feliz e nostálgico, ela me dá certa tristeza, talvez pelo mesmo sentimento de nostalgia. A letra é mesmo triste. É uma belíssima composição de Guilherme Arantes e ocupou o 87º lugar na lista da RSB.

Presente no primeiro disco solo de Guilherme Arantes, lançado em 1976, essa canção é uma aula de como um artista brasileiro pode se valer de influências estrangeiras tão distintas, como rock progressivo.” (Revista Rolling Stone Brasil, ed. 37, outubro de 2009, p. 126).

• Artista • Guilherme Arantes

• Álbum • Guilherme Arantes (1976)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s