alucinação

Alucinação é o segundo disco de Belchior, lançado em junho de 1976. Todas as músicas da obra foram escritas e compostas por ele, não à toa, este é um dos mais importantes discos do Brasil. Ou deveria ser.

As composições de Belchior são reconhecidas pela força e pelas palavras funcionarem tantas vezes como navalha. Em 76, ainda na ditadura, que ainda duraria quase 10 anos, Belchior falava de dor, sofrimento, política e das inúmeras dificuldades daqueles dias.

Viver é melhor que sonhar, escreveu e cantou em Como nossos pais, uma das músicas que mais gosto na vida. Por meio dela quis conhecer este disco, talvez o único que eu realmente conheça do artista. Na voz de Elis tornou-se um clássico absoluto.

Neste disco ainda fazem parte do tracklist Velha Roupa Colorida, também regravada por Elis em seu Falso Brilhante, A palo seco, que foi regravada por Oswaldo Montenegro e mais tarde teve até versão do Los Hermanos, e Apenas um rapaz latino-americano.

Está aí uma obra musical fundamental, para entender não apenas Belchior, mas um momento importante do Brasil.

 

► Álbum • Alucinação

► Artista • Belchior

► Ano de Lançamento • 1976

► Composições • Belchior

► Produção • Marco Mazzola

► Gravadora • PolyGram

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s