Amy-Winehouse-HG
Ilustração: Helen Green

Poderia escrever mais um texto sobre os meus 35, completados no último dia oito de agosto, mas não. Não são dos meus trinta e cinco que vou escrever, mas sobre os trinta e cinco não completados por uma das artistas mais intensas que tive (e ainda tenho) a oportunidade de ouvir. Ainda tenho porque o que Amy Winehouse produziu ficará eternizado em seus discos e também em nossa memória. Amy foi embora muito cedo, infelizmente. Mas é impossível esquecê-la. Ainda bem! Obrigada, Amy! Feliz Aniversário!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s