Filme da semana: Controle – A história de Ian Curtis

filmes_9763_control3

Controle – A História de Ian Curtis, como o próprio subtítulo brasileiro já entrega, conta a história do intenso líder da Joy Division, uma das bandas pioneiras do pós-punk inglês. Hoje, 18 de maio, é a data da morte de Ian, falecido há 38 anos. Continue lendo “Filme da semana: Controle – A história de Ian Curtis”

Anúncios

Filme da Semana: Minha Vida Sem Mim

88d75e3d07cf5b8d0644b1e669b30e0f

Imagine você, jovem, mãe, casada, descobrir uma doença grave que encerrará sua vida em pouco tempo. O que você faria? Esta é a história de Ann (Sarah Polley) no filme Minha Vida Sem Mim. Este é, com certeza, um dos filmes que mais gosto na vida, ou que gostava. Digo gostava porque costumava vê-lo sempre, isso porque, em minha antiga coleção de fitas VHS, eu o tinha. E, como ainda não encontrei um DVD do filme, e a Netflix não ajuda, continuo com ele em minhas lembranças. Mas o sentimento é bom. Continue lendo “Filme da Semana: Minha Vida Sem Mim”

Filme da Semana: Um Lugar Silencioso

um-lugar-silencioso-filme-4

Este já é, para mim, até agora, o melhor filme do ano.

E digo isso por inúmeros aspectos: fotografia, forma com que se utilizam do silêncio, trilha sonora, como os momentos de tensão são apresentados e como esta família cria uma nova forma de convivência, por conta da ameaça. É o tipo de filme que é impossível piscar ou querer sair da sala de cinema. Vivi tensão parecida ao assistir Corra!. Continue lendo “Filme da Semana: Um Lugar Silencioso”

Filme da semana: Lion – Uma jornada para casa

lion

Lion foi um dos filmes mais lindos e emocionantes que assisti ano passado. Ele só não entrou na lista dos melhores porque eu ainda não havia escrito um texto sobre ele.

O filme, que é baseado numa história real, conta a saga de Saroo (Dev Patel), uma criança que aos cincos anos de idade se perde do irmão numa estação de trem em Calcutá.

Para tentar sobreviver, o pequeno precisou enfrentar inúmeros desafios, até ser adotado por uma família australiana. A família, que era rica, deu a ele tudo o que sua família original jamais poderia. Mas, mesmo sendo muito jovem, as lembranças da infância com a antiga família e o que poderia ter acontecido com ela, jamais deixaram Saroo.

Por isso, ele resolve traçar um mapa de todas as estações de trem, das proximidades que ele se lembrava e, a partir daí, procurar por sua família original.

É um filme que nos mostra o quanto a persistência é importante para alcançarmos os objetivos pelos quais lutamos, mesmo que para isso seja necessário se afastar de pessoas até então importantes de nossas vidas. É uma busca, para além da família, por ele próprio.

E, além de uma busca, o filme apresenta uma linda (re)descoberta ao, agora adulto, Saroo.

O filme ainda traz em seu elenco a sempre excelente Rooney Mara e Nicole Kidman, também em um ótimo momento.

O filme foi indicado ao Oscar de Melhor Filme em 2017, perdendo o prêmio para Moolinght.

• Filme • Lion – Uma Jornada Para Casa  (Lion)

• Direção • Garth Davis

• Ano de Lançamento • 2016

 

Filme da Semana: Para Sempre

para sempre

Imagine você, ter uma vida estabelecida, num casamento feliz, lotada de planos e, de repetente, acordar e não se lembrar de nada disso.

É exatamente isso que acontece com Paige (Rachel McAdams) em Para Sempre.

Ela e Leo (Channing Tatum) estão juntos há quatro anos e, numa noite voltando para casa, eles sofrem um acidente. Ela passa alguns dias em coma e, quando acorda, não consegue se lembrar do marido e da vida que levavam juntos.

O desafio para ele, a partir deste momento, é fazer com que Paige volte para sua rotina. O problema é que ela se lembra apenas da vida que levava junto aos pais e sua última referência de amor é seu ex-noivo.

Ela volta a se relacionar com sua família, para uma rotina até então desconhecida por Leo e, este retorno, traz à tona alguns problemas familiares.

É um filme de amor, água com açúcar e, apesar da grave situação da protagonista, é um filme leve.

Junte pipoca, lenços (talvez) e assista Para Sempre.

O filme é baseado em uma história real.

***

Filme • Para Sempre (The Vow)

Diretor • Michael Sucsy

Ano de lançamento • 2012

Filme da semana: Um Contratempo

Um-Contratempo-capa-li

Comecei a assistir ao filme despretensiosamente e já no início não consegui larga-lo.

Adoro filmes que tem reviravoltas e que me surpreendem. E foi assim com este filme espanhol. Não me lembro quem me indicou, mas o assisti na Netflix e fiquei nervosa do início ao fim, porque na medida que vamos entendendo como os acontecimentos se sucederam, vamos ficando cada vez mais envolvidos com a trama e com seu final surpreendente.

A sinopse do filme basicamente é: um homem acorda em um quarto de hotel e percebe que sua acompanhante está morta. O problema é que não há registro de que uma terceira pessoa tenha entrado no quarto. Após a acusação de assassinato, ele contrata uma renomada advogada para defendê-lo e, para isso, ela precisa entender tudo o que aconteceu para que eles se encontrassem no quarto do hotel.

É de tirar o fôlego.

***

Filme • Um contratempo (Contratiempo)

Diretor • Oriol Paulo

Ano de lançamento • 2017

Filme da semana: Três Anúncios Para Um Crime

tresanunciosparaumcrime_1-750x380

Três Anúncios Para Um Crime conta a história de uma mãe que busca o assassino e estuprador de sua filha.

Frances McDormand recebeu o Oscar de Melhor Atriz, por sua atuação no filme e Sam Rockwell ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Mildred Hayes (McDormand) perdeu a filha de maneira brutal há mais de um ano e a polícia local não conseguiu encontrar o culpado. Para chamar a atenção das autoridades, ela aluga, durante um ano, três outdoors, em que expõe sua aflição diante da falta de justiça.

A atitude de Mildred ganha visibilidade e gera várias consequências nas vidas dos envolvidos. Um série de acontecimentos poderão levá-la, talvez, a tão esperada justiça.

Apesar deste ser o ponto principal da história, que não é baseada em história real – é tudo ficção – outros assuntos são abordados, como questões raciais, em que o policial Jason Dixon, vivido por Rockwell, expõe sua raiva por negros. Lendo alguns artigos sobre o filme, me identifiquei com o do El País, que chama isso de “racismo involuntário”. No cinema, algumas pessoas riam das piadas racistas ou machistas, apresentadas por Dixon, ou até por outros personagens e ficava me perguntando: Por que isso é engraçado? No fim das contas, concordo porque a violência ali apresentada, parece gratuita por conta da, talvez, superficial atuação. Ou por conta do roteiro não focar tanto na morte da menina, que parece ser o centro do início da movimentações.

Enfim, é um bom filme, sim, merce ser visto, mas leve em consideração estas questões ditas anteriormente.

Ainda fazem parte do elenco Woody HarrelsonPeter DinklageCaleb Landry JonesClarke Peters.

O filme foi indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Roteiro Original, Melhor Montagem, Melhor Atriz e Melhor Ator Coadjuvante, no Oscar 2018.

► Filme • Três Anúncios Para Um Crime (Three Billboards Outside Ebbing, Missouri)

► Direção • Martin McDonagh

► Ano de Lançamento • 2017

Filme de Semana: Tropa de Elite (1 e 2)

tropa de elite

Capitão Nascimento talvez seja o personagem mais icônico do cinema nacional, desde Zé Pequeno. E o interessante é que os dois estão em lados opostos.

Mas hoje vamos falar de Tropa de Elite. Cidade de Deus ficará para uma outra postagem.

Os dois filmes, lançados em 2007 e 2010, tem como seu centro a polícia e as corrupções que assolam esta entidade.

O primeiro filme foca o Capitão Nascimento (Wagner Moura), num momento de crise, em que se vê em pânico e com medo da rotina de sua profissão, já que ele atua no BOPE, no Rio de Janeiro. Sua esposa está grávida e este é um dos motivos que o faz querer sair do batalhão. Para isso, ele precisa encontrar um recruta a sua altura.  O primeiro filme mostra, de maneira bem clara, como acontecem as relações entre polícia, traficante, favela e asfalto. Favela X Classe Alta, Classe Alta X Polícia. Está tudo lá. José Padilha soube construir uma crônica perfeita. Tanto que fez um segundo filme.

Tropa de Elite 2 é o que mais gosto. A crônica trazida neste filme é exatamente a leitura do que estamos vivenciando hoje, no país. Sobretudo no Rio de Janeiro. As questões dos direitos humanos, mais uma vez a corrupção da polícia, dos políticos, os conchavos, está tudo ali. O filme se passa mais de 10 anos depois do fim do primeiro e agora Nascimento é Coronel e assume o cargo de sub-secretário de Inteligência na Secretaria de Segurança Pública do Rio.

Enfim, assista aos dois e tente perceber o quanto faz sentido. Ligue os pontos com o que tem ocorrido hoje. Entenda como o sistema funciona. Aproveitando, hoje (23) estreia no Netflix, do mesmo diretor de Tropa de Elite, O Mecanismo.

Fazem parte do elenco dos filmes: Maria Ribeiro (Rosane), André Ramiro (André Matias), Milhem Cortaz (Capitão Fábio Barbosa), Sandro Rocha (Sangento Rocha) e  Irandhir Santos (Diogo Fraga).

 

 

• Filmes • Tropa de Elite | Tropa de Elite 2

• Direção • José Padilha

• Ano de Lançamento • 2007 | 2010

 

Filme da Semana: Manchester à beira-mar

manchester-a-beira-mar

Manchester à beira-mar é um filme excelente e também muito doído. Sim, é possível sofrer junto com o personagem principal, Lee Chandler, vivido por Casey Affleck.

O drama narra a história do personagem acima citado, que se vê envolvido em uma grande tragédia, que vamos descobrir apenas perto de seu fim.

A princípio, após a morte do irmão, Chandler fica responsável por cuidar de seu sobrinho adolescente. Ele trabalha como zelador e, por sua falta de humor, acaba encontrando problemas em seu caminho.

O filme é todo recortado, já que durante a narrativa podemos ver cenas do passado e do presentes sendo sobrepostas, até o momento em que entendemos o que aconteceu com o passado do personagem para que ele se transformasse na pessoa triste, introvertida e mal-humorada que se coloca em tela.

Além de Casey Affleck, que ganhou o Oscar de Melhor Ator em 2017, o filme ainda traz em seu elenco a sempre excelente Michelle WilliamsKyle ChandlerGretchen Mol e Lucas Hedges.

• Filme • Manchester à beira-mar (Manchester by the sea)

• Direção • Kenneth Lonergan

• Ano de Lançamento • 2016