Disco da semana: Canções de Apartamento

cancoes_loucuras

Ouvi as músicas do Cícero pela primeira vez em meados de 2011 e me apaixonei. A bem da verdade, as músicas me lembravam muito as compostas por Amarante e Camelo. Los Hermanos, a banda, também do Rio de Janeiro, assim como Cícero, é, ainda, a que mais faz sentido pra mim. Continue lendo “Disco da semana: Canções de Apartamento”

Anúncios

Disco da Semana: Com você meu mundo ficaria completo

cássia

Se existe a morte de uma artista que eu lamente muito, é a morte de Cássia Eller. Ela se foi no auge, com tanto ainda por fazer, ela se foi cedo, como tantos outros. Mas o bom de vivermos nestes tempos é que os registros permanecem e este disco, Com você, meu mundo ficaria completo, é dos que mais gosto do repertório nacional. Continue lendo “Disco da Semana: Com você meu mundo ficaria completo”

Disco da Semana: Clube da Esquina

Clube-da-Esquina-1972-capa

Clube da Esquina é um dos mais importantes discos nacionais. Nele, Milton Nascimento e Lô Borges gastam suas inspirações compondo músicas que ultrapassam gerações, pela qualidade harmônica e estrutural das canções, muitíssimo bem construídas. O álbum já figurou a lista de melhores da Revista Rolling Stone Brasil, ocupando o 7º lugar. Continue lendo “Disco da Semana: Clube da Esquina”

Disco da Semana: Ooo ooO

ooooo-01

Nesta semana não iremos conhecer apenas um disco, mas sim um projeto musical. O Ooo ooO é composto pelos primos Degaba e André que vivem, respectivamente, em Divinópolis (MG) e em São Paulo. Até o momento, o duo já lançou três registros inteiros –Cada Viagem é Única (2014), Pós-Íntimo (2015) e Sol (2017) –, além de dois singles – Teus Sonhos Densos e Até a Morte, ambos de 2015.

Continue lendo “Disco da Semana: Ooo ooO”

Disco da Semana: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor

Marisa_Monte_-_Memórias,_Crônicas_e_Declarações_de_Amor

Memórias, Crônicas e Declarações de Amor é, com certeza, o disco que eu mais gosto da discografia de Marisa Monte. Claro que discos anteriores a este como Verde, Anil, Amarelo, Cor de Rosa e Carvão (1994) e Barulinho Bom (1996) também estão na minha lista de preferidos, mas o Memórias tem um lugar especial.

Continue lendo “Disco da Semana: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor”

Disco da Semana: Acústico MTV

acustico-mtv-sandy-junior-W320

O Acústico MTV Sandy e Júnior, lançado em agosto de 2007, marcou o fim da dupla, que trabalhou junta por 17 anos.

Os irmãos começaram a carreira muito cedo, em 1990, à época ela com 7 e ele com 6 anos de idade. Filhos de Xororó, fizeram uma participação em uma programa em que a dupla do pai estava participando e foi suficiente para conseguirem uma carreira independente e de sucesso. Continue lendo “Disco da Semana: Acústico MTV”

Disco da semana: Room For Squares

john-mayer-room-for-squares-

John Mayer, a voz masculina que mais tenho gostado de ouvir e uma das poucas, na verdade. Dá pra sentir ele quase do lado sussurrando as músicas. Isso é só comigo? Enfim, tenho escutado muitas músicas do John ultimamente e este disco é dos que mais gosto.

Pode-se dizer que Room for squares é o segundo trabalho de John. Antes dele, em 1999, ele lançou o EP Inside Wants Out. Continue lendo “Disco da semana: Room For Squares”

Disco da semana: Alucinação

alucinação

Alucinação é o segundo disco de Belchior, lançado em junho de 1976. Todas as músicas da obra foram escritas e compostas por ele, não à toa, este é um dos mais importantes discos do Brasil. Ou deveria ser.

As composições de Belchior são reconhecidas pela força e pelas palavras funcionarem tantas vezes como navalha. Em 76, ainda na ditadura, que ainda duraria quase 10 anos, Belchior falava de dor, sofrimento, política e das inúmeras dificuldades daqueles dias. Continue lendo “Disco da semana: Alucinação”

Disco da Semana: 19

19-W320

Este é, na minha opinião, o melhor disco da Adele até este momento. E eu não digo isso afirmando que os outros dois são inferiores, muito pelo contrário. Quando digo que o 19 é o melhor disco da Adele é porque acredito que, nele, adele ainda trazia certa ingenuidade, que pouco tempo depois foi quase que aniquilada pela indústria. Com o 19 ela ganhou notoriedade e a indústria percebeu que dali ainda sairia muita coisa boa. Continue lendo “Disco da Semana: 19”