Música • Izabella | Jimi Hendrix

Há 48 anos morria um dos maiores guitarristas da história da música mundial: Jimi Hendrix. Aos 27 anos, como vários outros artistas, Jimi morreu, em Londres, no dia 18 de setembro de 1970, após uma overdose de remédios, dando um fim a carreira que durou apenas cinco anos.

Jimi escreveu uma música cujo título é meu nome, apesar de ser com z. Eu o perdoo, não tem problema. Só não consegui, nas minhas pesquisas sobre a música, encontrar a referência de quando ela foi escrita e gravada. Ao que tudo indica, ela foi lançada num álbum em 1970, o Band of Gypsys, apesar de não conseguir tê-la encontrado em nenhuma compilação. Enfim, ouça em volume alto. A música é excelente!

Hey, Izabella
It’ on the rays of the rising sun, here they come
Well I got to back out there and fight now baby
I can’t quit til the devil’s on the run
On the run baby
So keep those dream comin’ in strong
Soon I’ll be holding you instead of this machine gun 

• Artista • Jimi Hendrix

Anúncios

Música do dia #606

#606 • Billie Jean •

Se estivesse vivo, hoje Michael Jackson comemoraria 60 anos de nascimento. Uma pena! A música fez parte de Thriller, com certeza um dos discos de maior sucesso na carreira do artista, que quebrou inúmeros recordes e nos entregou vários sucessos.

Billie Jean, ao que parece, foi inspirada nas inúmeras fãs que cruzaram o caminho de Michael, desde a época dos Jackson Five. Ela quase não entrou no disco, por discordância do renomado produtor Quincy Jones. Ainda bem que ele mudou de ideia, né?

• Artista • Michael Jackson

• Álbum • Thriller (1982)

Música do dia #600

#600 • Can’t take my eyes off  you •

A música de hoje foi lançada originalmente em 1967, por Frankie Valli, vocalista principal do grupo americano The Four Seasons. Ao longo do tempo, a música recebeu inúmeras versões, entre elas a de Diana Ross & The SupremesJulio Iglesias e até de Heath Ledger, em cena do filme 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você ♥.

Mas a versão que quero lhes apresentar hoje foi lançada no disco Miseducation of Lauryn Hill, com certeza um dos discos que mais gosto na vida. A versão de Lauryn ficou entre as mais executadas das rádios, não apenas norte-americanas, durante várias semanas e, entre os vários prêmios recebidos por ela por conta do disco, destaca-se o de Melhor Performance Vocal Pop Feminina, no Grammy de 1999, por conta dessa interpretação.

• Artista • Ms. Lauryn Hill

• Álbum • The Miseducation of Lauryn Hill (1998)