setembro e recomeços (ou continuações)

Ilustração: Tigerlily – Elentori. (via Pinterest)

Olá!

Ontem fiz um anúncio no Instagram do blog (dá uma moral, vai?). Lá eu disse que a música de ontem, #608, foi a última música do dia a ser postada por aqui. O texto que eu escrevi foi o seguinte:

É bem provável que esta seja a última #músicadodia postada no blog e, por consequência, compartilhada aqui no Instagram. Isso não significa que eu deixarei de escrever e compartilhar sobre música, pelo contrário, vou falar sobre algo que é fundamental à minha existência – e isso é sério – de uma forma menos mecânica. Isso tem me incomodado um pouco. (leia a postagem original)

Continue lendo “setembro e recomeços (ou continuações)”

Anúncios

Filme da Semana: Os Meyerowitz: Família não se escolhe

os-meyerowitz-bode-na-sala

E para a felicidade de muitos, agosto chega ao fim. Nunca entendi essa birra que algumas pessoas têm com o mês de agosto, o melhor mês do ano, sem sombra de dúvida. Enfim, para encerrar esse mês nada melhor do que o último filme lançado pelo Noah Baumbach, ainda dentro do movimento Mumblecore. Neste mês já havia apresentado dois outros filmes do diretor, os excelentes Frances Ha (2013) e Enquanto Somos Jovens (2014).

Em Os Meyerowitz: Família não se escolhe, Baumbach nos apresenta uma família disfuncional e Continue lendo “Filme da Semana: Os Meyerowitz: Família não se escolhe”

Disco da Semana: Japanese Whispers

japanese-whispers

Para encerrar a seleção de discos desse mês de agosto, que já acaba amanhã, vou apresentar o Japanese Whispers, do The Cure. A compilação reúne singles lançados após o encerramento das divulgações da produção anterior, Pornography (1982).

O disco de 82 foi considerado o último da era sombria do The Cure. Durante as sessões de gravação, a banda passou por inúmeras divergências, decorrentes do uso de drogas e outros problemas, como a depressão de Robert Smith, seu vocalista.

Para tentar jogar luz sobre a sombra que até então os encobria, o grupo decidiu lançar alguns singles e Continue lendo “Disco da Semana: Japanese Whispers”

Música do dia #606

#606 • Billie Jean •

Se estivesse vivo, hoje Michael Jackson comemoraria 60 anos de nascimento. Uma pena! A música fez parte de Thriller, com certeza um dos discos de maior sucesso na carreira do artista, que quebrou inúmeros recordes e nos entregou vários sucessos.

Billie Jean, ao que parece, foi inspirada nas inúmeras fãs que cruzaram o caminho de Michael, desde a época dos Jackson Five. Ela quase não entrou no disco, por discordância do renomado produtor Quincy Jones. Ainda bem que ele mudou de ideia, né?

• Artista • Michael Jackson

• Álbum • Thriller (1982)